quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Wolverine 43

Olha, eu defendo várias revistas que são tecnicamente ruins, mas são divertidas de ler.  Agora, sinceramente, alguém tem coragem de dizer que está gostando do título do Wolverine? Não precisa nem dizer o nome, posta um comentário anônimo explicando o porquê, só para a gente entender.

Loeb já teve sua cota de histórias ruins, mas em Wolverine ele se supera a cada edição. Primeiro uma história toda maluca tida como um sonho do Logan, agora aparece indícios de que não é um sonho e provavelmente vão inventar uma raça nova para Logan e Dentes-de-Sabre. Cara... é muito chato isso.

Fora que a combinação de um colorista incompetente com uma impressão ruim mataram completamente o desenho Simone Bianchi. Pelos posts do Sete Soldados você vê que eu elogiei o cara, e com muito mérito. A arte dele é boa, o problema é a finalização que mata tudo.

Origens eu desencanei no primeiro número quando vi que Daniel Way ia enrolar a história. Esse cara é o mais novo picareta que a Marvel encontrou e ele é perfeito para ela. Veja a estrutura narrativa desse gênio dos quadrinhos: eu tenho um segredo que você leitor quer saber. Daí ele enrola por trezentos números, sem história alguma, as lutas demoram duas edições, parecem episódios dos Cavaleiros do Zodíaco.  Então ele finalmente revela um negócio tão absurdo que você fica revoltado de ter esperado.

Péssimo, acompanhando de Steve Dillon o cara de desenha um rosto só cuja a maior variação é virar de frente para perfil. Para com isso...

Depois Cable & Deadpool. Essa revista parece que os dois personagens perderam uma aposta e tiveram que dividir um título. Pelo menos tem sido só a revista do Deadpool ultimamente e tem sido um pouco engraçada. Piadas de sorriso amarelo, como diz meu amigo Nasi, mas tudo bem.

E a gente agüenta tudo isso só para ler X-Factor. Uma série bem interessante, sempre com uma intriga nova. Sempre com uma sacada excelente, como a cópia do Madrox que se praticamente se suicida logo no começo da edição para que ele não descubra algo.

O Nasi me diz que o esquema mix viabiliza as publicações alternativas como X-Factor. Ok, concordo, mas o mix ser sempre tão ruim uma hora vai inviabilizar tudo. 

PS.:Update: Resenha no UHQ

Um comentário:

Fernando Peres Farto disse...

Aham... a última edição de uma revista do Wolvie que li tinha uma guria chamada Elsie Dee. Atrasado é pouco, hein? rsrsrsrs...

A capa da edição #39 que a Abril publicou foi show de bola ^_^