terça-feira, 27 de maio de 2008

Bancas?!

Passei em três bancas hoje procurando quadrinhos e qual não foi a minha surpresa quando não achei nada! Para não dizer nada nada, tinham alguns números atrasados, abandonados por lá... Parece que nem a Turma da Mônica está conseguindo ser distribuída apropriadamente, já que eu não as encontrei.

Sei que três bancas não são um bom espaço amostral, uma pesquisa séria tomaria muito tempo, mas, em três lugares, em bairros de classe média da capital paulista (o primeiro eixo da distribuição), não achei revistas novas a disposição...

Esse é um péssimo sinal de como o mercado de quadrinhos está se virando cada vez mais para pequenos nichos especializados e, conseqüentemente, dificultando a formação de novos leitores.

Hoje são raras as vezes que eu freqüento bancas, aliás, pela experiência, nem que eu quisesse freqüentá-las me ajudaria muito, contudo, eu sou um leitor, como a maioria, formado pela compra em bancas. Todo o começo da minha coleção eu tirei das bancas que eu visitava regularmente e tinha, inclusive, uma conta com dono para pagar tudo de uma vez no fim do mês.

Sei que hoje é muito mais prático, em alguns casos até mais barato, fazer um pedido pela internet ou ir em uma comic shop, contudo, sem as bancas logo, logo não teremos mais jovens leitores e, como disse o Sidney Gusman uma vez: Leitor de quadrinho morre, não vai para a Terra-2.

3 comentários:

Amalio disse...

Zé, se isso está acontecendo aí em São Paulo, imagina aqui em Franca, o purgatório do colecionador de quadrinhos!

Anônimo disse...

E o que dizer aqui de Maceió-AL, então?

Joéliton

MetalRod disse...

Sou de SP-Capital também e percebi a mesma coisa. Nos dias de hoje, o quadrinho deveria ter a melhor distribuição possível, para arrebatar a maior quantidade de novos leitores.
Pra mim, essa possível má distribuição só vem à atrapalhar ainda mais o mercado desta mídia.

--> Grito Metal
--> MagazineMais.com
--> MetalAtitude.com