terça-feira, 29 de janeiro de 2008

"Há que endurecer-se, mas sem jamais perder a ternura."


Estou abrindo com essa frase do Che Guevara para pensar um pouco na forma como a gente costuma tratar os quadrinhos no Pop Balões, no Universo HQ, em pesquisas acadêmicas e em diversos outros meios.

Ser leitor de quadrinhos é uma coisa meio complicada. Por um tempo se pensava em quadrinhos como coisas para crianças. Diz sempre o Sidão que na época que começaram a surgir histórias como Cavaleiro das Trevas, Sandman, V de Vingança, de repente quadrinhos viraram uma coisa cool e as pessoas achavam os entendidos em hq´s o máximo. Passada essa fase, aqui no Brasil os quadrinhos foram voltando a ser coisa e criança e, devido à influência dos filmes Estadunidenses, uma coisa de Nerds.

Nisso o leitor de quadrinhos fica em uma situação meio complicada, muitas vezes nem comenta com os amigos e conhecidos “não leitores” que gosta de quadrinhos e deixa para falar sobre isso nos fóruns ou com um ou outro amigo que ele por acaso descobriu que também gosta de quadrinhos.

Para compensar isso e, em termos, “se defender” dos preconceitos de quem não conhece nossas amadas HQ´s, tendemos a tratar tudo com muita seriedade e sempre tentar ressaltar o lado cult dos quadrinhos para mostrá-lo como uma arte tão importante como todas as outras.

Assim fazemos resenhas sérias, com todo rigor que merece uma análise de uma obra de arte. Discutimos diversas questões técnicas, apuramos vários parâmetros objetivos e tentamos até mensurar a qualidade de uma revista.

Com toda essa formalidade, que é necessária para diferenciar o trabalho, inclusive para caracterizar o que fazemos como um trabalho, às vezes acontece, pelo menos comigo, de esquecer porque eu gosto de quadrinhos, de esquecer que, antes de mais nada, quadrinhos são uma forma de se entreter, de relaxar e limpar a mente e receber novas idéias.

Então, leia os textos que a gente escreve, a gente tem muito trabalho para fazê-los. Se você escreve algo também, mande para a gente. Mas, no geral não leve tudo tão a sério, saiba rir de si mesmo e se divirta com coisas como os nossos top pop´s e as piadas, muitas vezes não tão boas, que fazemos aqui no blog, mas, ainda assim, .

PS.:Em tempo, consegui atualizar o site hoje

Nenhum comentário: