sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Rumo à Guerra Civil

Hoje saiu minha resenha sobre a edição especial Rumo a Guerra Civil da Panini lá no UHQ, neste link.

Eu mesmo não comprei essa revista, quem caiu neste golpe da Panini e me emprestou para fazer a resenha foi o nobre amigo Diego.

Golpe pode parecer uma palavra meio forte, mas não tem outro nome para isso. Em nenhum lugar da revista consta uma simples menção de que aquilo se trata de uma republicação. Não custaria nada colocar, mesmo no verso, em letras miúdas uma frase como: Histórias originalmente publicadas em Novos Vingadores 39, Homem-Aranha 64, 65 e 66. Ao não fazer isso a Panini transformou uma excelente idéia em uma prática de má fé.

Primeiramente, essa revista é uma idéia ótima que, se não me engano, nunca tinha sido feito anteriormente no Brasil. Eu sempre defendi que é muito complicado para aquele leitor que não gosta de ler uma revista mensal pegar uma minissérie como Guerra Civil e aproveitar totalmente pois está tudo muito interligado. Por exemplo, a história de Illuminati é essencial para se entender boa parte do que causa a Guerra e também outros eventos como Planeta Hulk. Reunir em uma revista histórias que o leitor só conseguiria dentro de edições mix levando junto outras coisas que ele não estava a fim de ler é uma iniciativa legal que deveria continuar.

Agora, ao não explicar que esse é um mix de republicações a Panini mostra um desrespeito a todos os leitores e abre um precedente perigoso, ou melhor, reforça uma situação semelhante que aconteceu recentemente e garante que o leitor não pode confiar nesta editora.

Recentemente, sem aviso algum a Panini republicou duas vezes no mesmo mês a mesma história do Homem-Aranha de McFarlane. Até aí, é aceitável a justificativa que eram produtos diferentes, pertencentes a coleções diferentes.

Mas em Rumo à Guerra Civil não há desculpa. O leitor que não compra as mensais sai menos prejudicado, mas continua com sensação que está perdendo parte da história. O leitor que compra a mensal e recompra a história nesse especial se sente um verdadeiro otário, ainda mais quando vê que o editor não se deu ao mínimo trabalho de alterar o box na história do Homem-Aranha fazendo referência a Illuminati dizendo para o leitor acompanhar a história em Novos Vingadores 39, quando a história está bem ali, nas primeiras páginas da revista.

A todos resta agora desconfiar de tudo. Antes de comprar qualquer edição olhem bem todo o conteúdo. Se estiver em plástico peça para o dono da banca abrir ou procure uma resenha, mas não compre nada às cegas, pois a Panini está sempre pronta a vender o mesmo produto quantas vezes for só mudando a capa e o formato.

4 comentários:

Guilherme Veneziani disse...

Olá Zé,

Primeiro, parabéns pela iniciativa do blog! Sou frequentador assíduo do Pop Balões faz tempo, e agora, com este canal acredito que vocês tenham uma resposta maior de seus leitores.

Bom, concordo 100% com você! Realmente achei lamentável a Panini não colocar nenhum indicativo da republicação. Quando vi a capa na banca desconfiei, quando folhei a revista tive certeza! Pena, de uma iniciatíva louvável, surgiu uma situação deplorável. Será que eles possuem explicação para isso?
Abraços!

Zé Oliboni disse...

Então Guilherme, a Panini é complicada e deixa o leitor em uma situação pior ainda. Ela é a maior editora de quadrinhos do Brasil e age as vezes com amadorismo as vezes com má fé.

Em tempo, nosso amigo Amálio Damas levantou outro furo em Rumo a Guerra Civil: Na linha do tempo que eles colocaram não indicaram as revistas nde originalmente foram publicadas aquelas histórias para facilitar que o leitor procurasse.

Amalio disse...

Só pra complementar Zé, não é furo não, é burrice mesmo!! Se eles tivessem feito isso iriam prestigiar as próprias publicações e alimentar a vontade dos novatos em ler materiais antigos, dando uma boa sacudida no mercado das usadas. Mas, pra uma editora que desconhece o que acontece com sua distribuição em regiões setorizadas e ainda por cima tem a CERTEZA ABSOLUTA que isso é problema do leitor, tá valendo. Abraços.

Amalio disse...

Mais uma, acabei de comprar a edição #68 do Homem-Aranha e na quarta capa existe uma publicidade do especial Rumo à Guerra Civil, sem nenhuma indicação de que se trata de uma republicação. O texto completo é o seguinte: "Os segredos e mentiras que levaram à saga do ano! Rumo à Guerra Civil. Tudo que você precisa saber sobre o maior evento Marvel de 2007. Edição Especial, 116 páginas, já nas bancas."