terça-feira, 12 de maio de 2009

Tudo que é sólido pode derreter


Ainda vou escrever uma matéria completa sobre essa nova série da TV Cultura, mas queria registrar minha alegria de ver uma produção tão boa na televisão aberta.

Tudo que é sólido pode derreter segue a tradição das boas séries infanto-juvenis da Cultura, que vem desde Mundo da Lua. Longe de ser piegas ou didático demais, a série mostra como obras literárias que a gente estuda no colegial têm a ver com nosso dia-dia.

Duas coisas sempre me chamaram nessas produções da Cultura: a caracterização do jovem protagonista (no caso, Tereza) e do espaço urbano e doméstico. Este último principalmente é raridade na televisão brasileira, que mesmo quando sai do estúdio cria casas e cidades que nada tem a ver com a realidade do povo. Sinto um prazer enorme em ver um ambiente rico como aquele na tv.

Pra melhorar, a Cultura ainda tomou a decisão inovadora de disponibilizar os episódios da série na internet, com outros conteúdos adicionais (como trilha sonora e textos das obras literárias). Vale muito a pena conferir aqui.

4 comentários:

Amalio Damas disse...

Relamente é uma bela iniciativa e olha que eu só assisti a um makinf of, mas achei a proposta inovadora. Enquanto isso na Malhação...

Lz disse...

Fiquei encantado com a série quando vi. a qualidade do roteiro é muito boa.

Fernando Peres Farto disse...

Ah, se todas as emissoras fossem assim...

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Olá Diego!
Faltou divulgar o horário que passa esse programa.

Abração!